TikTok: como a rede social influencia a Indústria Musical

Marketing

TikTok: como a rede social influencia a Indústria Musical

Nas últimas semanas, você deve ter visto uma grande mobilização virtual entre os artistas do meio musical, os quais expuseram sua indignação com a atitude que as gravadoras estão adotando após o grande boom do TikTok.

Popularizando-se no Brasil e no mundo durante a pandemia, o aplicativo tornou-se uma grande vitrine e termômetro mundial para a indústria da música, afinal, é por meio dele que grande parte dos hits atuais são visualizados, principalmente através das “dancinhas” que se tornaram populares, provocando altos números de streamings e garantindo seu lugar no topo dos principais charts de música.

Tendo isso em vista, Ed Sheeran, Halsey, Anitta, Adele, e outros cantores, tornaram pública a estratégia que muitas gravadoras estão tomando após a fama do TikTok. Ela consiste em liberar o artista para desenvolver um novo projeto (clipe, single ou álbum) apenas quando conseguir tornar ao menos uma de suas músicas atuais, um hit no aplicativo. Caso contrário, o processo torna-se mais burocrático e demorado.

Como funciona as estratégias musicais no TikTok

Para que essa estratégia aconteça, as gravadoras pedem que os artistas desenvolvam diversos TikToks durante a semana utilizando suas músicas de trabalho de fundo. Uma das artistas que não concordou com a estratégia, foi a cantora estadunidense, Halsey, que usou a rede para se pronunciou sobre o assunto dizendo: “Eu tenho uma música que eu amo e quero lançar o mais rápido possível, mas minha gravadora diz que eu não poderei enquanto não tiver um viral no TikTok, sendo que estou nessa indústria por oito anos e vendi mais de 165 milhões de discos […]”.

Após a declaração, muitos outros famosos aproveitaram para expor suas gravadoras, apoiando a cantora.

E aí, o que achou da estratégia de marketing que a indústria musical vem tomando nos últimos meses? Conte pra gente aqui nos comentários!

0